Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Research da Jones Lang LaSalle identifica pontos-chave para imobiliário corporativo


Alinhar os portfólios imobiliários de acordo com os requisitos de negócio realistas será o principal objectivo para as equipas líderes na área de imobiliário corporativo na próxima década, revela o mais recente relatório de research da Jones Lang LaSalle. Contudo, a implementação de uma abordagem de planeamento de portfólios poderá ser bastante desafiadora, consumir bastante tempo e estar sujeita a constrangimentos resultantes de uma série de questões.

Shelley Frost, Directora Europeia da equipa de Corporate Solutions da Jones Lang LaSalle, afirma: “Actualmente as equipas de imobiliário corporativo dispõem de grandes oportunidades, através de um diálogo mais construtivo entre si e outras áreas de negócio da empresa, para alterar a cultura de aquisição e utilização de imobiliário. Acreditamos que o estatuto, o posicionamento e o contributo das equipas de imobiliário corporativo podem ser melhorados – desde logo através de um esforço concertado na adopção ou adaptação de abordagens de planeamento de portfólios”.

O mais recente White Paper da Jones Lang LaSalle, denominado «The best laid plans: Achieving best practice in portfolio planning», explora a forma como o planeamento de portfólios pode ser aplicada na prática e destaca os factores chave necessários para assegurar uma implementação bem sucedida.

O relatório de research:

• Define uma abordagem baseada no planeamento de portfólios para imobiliário corporativo.
• Introduz o Portfolio Planning Diagnostic da Jones Lang LaSalle e a consideração de 10 factores chave que podem influenciar a sua adaptação ou adopção.
• Apresenta algumas das ferramentas que podem ser aplicadas ou empregues para gerar planos de portfólio fortes e consolidar o contributo estratégico da função do imobiliário corporativo.
Lee Elliott, Director da equipa de Research da Jones Lang LaSalle para a região EMEA, acrescenta: “Reconhecemos plenamente que o caminho evolutivo em que as equipas de imobiliário corporativo se encontram, as suas estruturas e os mandatos, variam consideravelmente. Por isso mesmo, desenvolvemos uma ferramenta de diagnóstico que destaca as principais questões que as equipas de imobiliário corporativo devem considerar na adopção ou adaptação da abordagem do planeamento de portfólio. A ferramenta disponibiliza meios práticos através dos quais se poderá estar de prevenção e identificar os desafios que necessitam de ser superados”.

Ann Charnock, directora de Corporate Solutions da Jones Lang LaSalle Portugal, explica: “As ferramentas proporcionadas através do research internacional da Jones Lang LaSalle são plenamente aplicáveis aos portfolios de imóveis detidos pelas empresas portuguesas. Trata-se de uma excelente oportunidade para directores de imobiliário trabalharem com a Jones Lang LaSalle e beneficiarem das vantagens que estas ferramentas e o know-how associado podem aportar”.
 
- ends -