Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Office FlashPoint: Absorção cresce 45% no 1º semestre do ano


A Jones Lang LaSalle Portugal divulga o Office Flash Points, uma análise mensal dos dados referentes ao mercado de escritórios de Lisboa, incluindo indicadores de absorção e performance de zonas.

Com o mês de Junho a apresentar uma absorção de 11.703 m², o mercado de escritórios de Lisboa fecha o primeiro semestre do ano com o arrendamento de 54.050 m² de ABL, o que representa um crescimento de 45% face a igual período do ano anterior.

Cristina Cristovão, Directora de Consultoria e Research, sublinha: “Caso se mantenham estes níveis de absorção, será realista afirmar que o mercado possa vir a exibir uma performance em 2010 ligeiramente acima da observada em 2009”.

Em termos trimestrais, os resultados foram de 20.417 m² de take up no 2º trimestre de 2010, um crescimento de 21% face ao 2º trimestre do ano anterior. Refira-se ainda que o mês de Junho registou o nível de absorção mais elevado do trimestre. Face ao trimestre anterior, a performance está alinhada, se tivermos em conta que, dos 33.633 m² tomados nos primeiros três meses do ano, cerca de 14.700 m² dizem respeito a uma única operação (nomeadamente a ocupação do Edifício Báltico, no Parque das Nações, pelos CTT).

No que respeita os sectores de actividade mais dinâmicos, o de Consultores & Advogados lideram no 2º trimestre, com uma área de 5.541 m², seguidos pelas TMT’s & Utilities, com 4.685 m² arrendados. Em termos semestrais, e novamente considerando a operação de arrendamento pelos CTT, o sector público/Estado está no topo das áreas de actividade que ocuparam maior volume de escritórios.