Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Tranquilidade inaugura Rodrigues Sampaio 103 e reforça oferta de qualidade na zona de escritórios mais nobre de Lisboa


A Companhia de Seguros Tranquilidade inaugura hoje o renovado Edifício Rodrigues Sampaio 103, localizado na rua com o mesmo nome, em pleno Prime CBD (eixo Avenida de Liberdade-Saldanha), a zona de escritórios mais nobre e prestigiada da capital portuguesa. Actualmente a deparar-se com uma procura dinâmica face a uma oferta limitada, esta zona terá, com este edifício, um reforço importante de stock de escritórios de elevada qualidade.

Datado de 1963, o Edifício Rodrigues Sampaio 103 foi alvo de uma profunda requalificação, de forma a integrar os mais elevados standards de qualidade, modernidade, tecnologia, flexibilidade e sustentabilidade patentes no mercado actual, num investimento total a rondar os 6 Milhões de Euros. O imóvel foi sujeito a uma intervenção estrutural e integral, incluindo a ampliação da área útil dos pisos e a sua adaptação a uma estrutura maioritariamente de open space. Os trabalhos de renovação incluíram também diversas melhorias técnicas e tecnológicas, desde logo a nível do sistema de climatização, de infra-estruturas eléctricas e de comunicações, de iluminação, ou de gestão técnica, entre outras.

Tiago Belo, Director do Gabinete de Gestão de Imóveis da Companhia de Seguros Tranquilidade, comenta: Esta intervenção insere-se na aposta da Tranquilidade na Reabilitação Urbana da cidade de Lisboa, a qual passa pela reabilitação do edificado existente, através da criação de soluções inteligentes que possam viabilizar a ocupação das zonas mais antigas e degradadas da cidade, assegurando todas as “mordomias” do Século XXI. O imóvel em causa apresentava uma imagem e características técnicas antigas e degradadas, fruto da idade e também das diferentes ocupações que teve ao longo dos anos. Esta intervenção permitiu, não só uma actualização do ponto de vista das características técnicas, as quais estão de acordo com os mais actuais padrões do mercado, mas também conferir-lhe uma imagem, leve e actual.

Com uma área total de 1.577 m², o imóvel oferece cerca de 1.230 m² de escritórios para arrendamento, distribuídos por cinco pisos, além de uma loja com 346 m² no piso térreo. O edifício integra ainda um parque de estacionamento e está a ser comercializado, em regime de exclusividade, pela Jones Lang LaSalle, quer na componente de escritórios quer na componente de retalho.

Mariana Seabra, Directora do Departamento de Office Agency da Jones Lang LaSalle, comenta: “Este edifício é uma excelente oportunidade para quem procura espaço nesta zona. Reúne todas as condições de um edifício de escritórios moderno e eficiente, todas as fracções estão dotadas de rede estruturada, além de estar disponível para ocupação de forma imediata. Adicionalmente, o produto oferece uma excelente relação preço/qualidade, sendo bastante competitivo, principalmente no contexto actual de alguma instabilidade económica”.

Patrícia Araújo, Directora de Retail Leasing da Jones Lang LaSalle conclui: “A loja tem um layout muito apelativo e, por estar localizada numa zona consolidada em termos de escritórios é uma excelente oportunidade para a implantação de operadores nas áreas da restauração e serviços, de grande conveniência para quem trabalha na envolvente”.

O Edifício Rodrigues Sampaio 103 localiza-se junto à Avenida da Liberdade e à Praça Marquês de Pombal, em pleno coração da cidade de Lisboa, beneficiando de uma extensa rede de transportes públicos e de infra-estruturas de apoio, além de se integrar na zona de instalação de algumas das empresas de maior prestígio sedeadas em Portugal.

- ends-