Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Jones Lang LaSalle apresentou livro sobre o novo paradigma no investimento imobiliário


O livro “O Novo Paradigma do Investimento Imobiliário”, da autoria de Carlos Moedas e de Amaro Laia, foi apresentado, na passada sexta-feira, pela Jones Lang LaSalle, patrocinadora da obra, aos seus clientes e colaboradores. A obra, que tem prefácio de João Duque, Presidente do ISEG, faz uma análise do novo paradigma vigente no sector imobiliário, de acordo com o qual esta indústria passou do simples “tijolo e argamassa” para um activo financeiro gerido de forma semelhante a uma acção ou obrigação. Detendo-se no antes e no depois da crise, o livro pretende explicar as definições dos novos instrumentos financeiros deste mercado, o seu funcionamento e como retirar vantagens dos mesmos.

Na apresentação da obra, Manuel Puig, Director Geral da Jones Lang LaSalle Portugal, sublinhou: “Este livro ajudar-nos-á, com certeza, a olhar o futuro e a trabalhar de forma a reposicionar o negócio imobiliário à luz do novo paradigma, tornando-o sólido e sustentável”. Na sua perspectiva, “o compêndio chega no inicio de um novo ciclo, onde já nada é como dantes e, mais do que nunca, se aplica a frase back to the basis”.

Amaro Laia, um dos autores do livro e com reconhecido mérito na áreas académica e imobiliária, frisou que “uma das principais alterações que tem vindo a emergir e a influenciar o mercado imobiliário é o acesso ao crédito”. Nas sua palavras, a actual restrição ao nível de financiamento “exige repensar o imobiliário com maior recurso a capitais próprios, o que irá influenciar as rentabilidades, desde logo”.

Carlos Moedas, co-autor da obra e com um percurso consolidado nas indústrias financeira e imobiliária, rematou que “o livro serve para fazer o ponto de situação de um mercado que está em mudança”, reforçando também a dificuldade no acesso ao crédito como uma das novas características do paradigma emergente.

Pedro Lancastre, Director de Capital Markets da Jones Lang LaSalle, esteve também presente na apresentação do livro, fazendo uma breve exposição sobre o mercado de investimento imobiliário nacional em 2010, sublinhando, que “foi um ano em que o volume de investimento em Portugal quase que duplicou face a 2009, com os investidores nacionais a representarem 67% deste investimento. Isto deve-se ao facto do mercado ter apresentado activos vendáveis com bons contratos e bons inquilinos” destacou também o facto de “se terem registado apenas 3 transacções de investidores internacionais nos últimos 2 anos, sendo que todas estas foram o primeiro investimento destes compradores em Portugal”.

A sessão de apresentação do livro teve lugar no Salão Nobre da Praça de Toiros do Campo Pequeno, em Lisboa.


- ends -