Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Jones Lang LaSalle apaga as luzes em mais de 50 países para assinalar Earth Hour 2011


Em todo o mundo, os edifícios de escritórios geridos pela Jones Lang LaSalle  e pela LaSalle Investment Management ficarão às escuras durante uma hora na noite de sábado (26 de Março) no âmbito da Earth Hour (Hora do Planeta), a campanha anual da World Wildlife Fund (WWF) para estimular o compromisso de agir em relação às alterações climáticas.
Às 20h30 locais nas diversas cidades em todo o mundo, os escritórios da Jones Lang LaSalle e da LaSalle Investment Management em mais de 50 países irão juntar-se a milhares de outros edifícios no gesto de desligar, durante uma hora, as luzes (apenas a iluminação de emergência ficará ativa), escurecendo efectivamente as linhas do horizonte em todo o planeta.

O escritório de Lisboa volta a associar-se à iniciativa, convidando os colaboradores a desligarem as luzes e os equipamentos eléctricos possíveis entre as 20h30 e as 21h30 do dia 26 de Março de 2010. Tendo em conta que o evento terá lugar fora do horário de trabalho, para além de se associar no escritório, a Jones Lang LaSalle incentiva todos os seus colaboradores a adoptarem esta medida nas suas casas e a divulgarem ao máximo a iniciativa entre os seus familiares, amigos e clientes, numa tentativa de amplificar o impacto da acção.

“A Hora do Planeta é um reminder poderoso do papel central que a eletricidade desempenha nas nossas vidas, e a importância de conservar os recursos do nosso planeta para as gerações futuras”, disse Lauralee Martin, Chief Operating e Financial Officer da Jones Lang LaSalle. “Estamos muito orgulhosos do forte apoio demonstrado pelos nossos colaboradores e clientes em todo o mundo - nos nossos escritórios, nos edifícios dos nossos clientes e na casa de muitos dos nossos profissionais”.

“Iniciado em apenas uma cidade há cinco anos, a Hora do Planeta cresceu para as 4.600 cidades e centenas de milhões de pessoas em todo o mundo. A Jones Lang LaSalle tem estado envolvida desde o primeiro momento”, disse Dan Probst, Chairman de Energy e Sustainability Services na Jones Lang laSalle. “Assistimos a um aumento da participação entre os nossos colaboradores e clientes, à medida que cada vez mais pessoas apoiam este evento global”.

Além de apoiar a campanha através dos seus 185 escritórios, a Jones Lang LaSalle  está a associar-se a clientes em cidades de todo o mundo na tentativa de incentivá-los a mostrar o seu apoio, já que milhares de empregados destas empresas preparam-se para juntar-se à campanha nas suas casas. A Jones Lang LaSalle gere 167,2 milhões de m² de imobiliário terciário detido por empresas ou investidores em 60 países em todos o mundo.

Julie Hirigoyen, Head de Energy and Sustainabbility EMEA da Jones Lang Lasalle, afirma: “Este ano, o World Wildlife Fund pede às pessoas que irem além da hora, com uma ação positiva na conservação de energia, energia renovável e outras preocupações ambientais, e estes são objectivos que abraçamos como empresa. Em 2010, ajudamos proprietários de edifícios a poupar 912,000,000 kilowatt de energia, reduzir emissões de gases de estufa em cerca de 563,000 toneladas métricas e poupar 128 milhões de  dólares em custos energéticos. Estamos a trabalhar com os nossos clientes em soluções de energia renováveis em diversos países, e continuamos a trabalhar para reduzir a nossa pegada de carbono também”.

- ends -

Sobre a Hora do Planeta

A Earth Hour é uma iniciativa global em parceria com a WWF. Os indivíduos, empresas, governos e comunidades são convidadas a apagar as luzes durante uma hora, no sábado, 26 de Março, entre as 20h30 e as 21h30 (hora local), em apoio à ação face às alterações climáticas. A campanha anual começou em Sydney em 2007, quando mais de 2 milhões de pessoas apagaram as suas luzes. Em 2010, tinha feito história como a maior ação voluntária alguma vez realizada, com a participação de 128 países, incluindo as maravilhas naturais e feitas pelo homem, numa ação ambiental icónica.

Sobre o WWF

O WWF é uma das maiores e mais experientes organizações independentes de preservação da natureza, com mais de 5 milhões de apoiantes e uma rede global ativa em mais de 100 países. A sua missão é travar a degradação do ambiente natural do planeta e construir um futuro no qual os humanos vivam em harmonia com a natureza, através da conservação da diversidade biológica, assegurando que o uso dos recursos naturais renováveis é sustentável, e promover a redução da poluição e o consumo responsável.