Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

IOSA selecciona Jones Lang LaSalle para a comercialização exclusiva do Edifício Atlantis

Projecto estará concluído no 4º trimestre de 2009


A Jones Lang LaSalle ganhou a instrução para comercializar, em regime de exclusividade, o Edifício Atlantis, um dos mais recentes projectos de escritórios a ser desenvolvido na zona do Parque das Nações, em Lisboa. O imóvel está a ser promovido pela Monsanto Investment, SII Lda. filial de IOSA Inmuebles, estando a sua conclusão prevista para o último trimestre de 2009 no que representará um investimento de aproximadamente 23 milhões de euros.
 
Localizado na principal artéria do Parque das Nações, a Avenida D.João II, junto ao centro comercial Vasco da Gama, o Edifício Atlantis disponibilizará uma área de 8.100 m² de escritórios distribuídos em 7 pisos, dispondo ainda de 400 m² no piso térreo para a instalação de serviços ou retalho, bem como de uma área de 10.100 m² em 3 pisos subterrâneos para parqueamento, com capacidade para 282 viaturas.
 
Mariana Seabra, Directora do Departamento de Office Agency da Jones Lang LaSalle, sublinha: “O Parque das Nações é, no momento, a principal zona de expansão do mercado de escritórios de Lisboa, dispondo de um conjunto de infra-estruturas de apoio, acessibilidades e transportes inigualáveis. Tem atraído inúmeras empresas de renome, quer nacionais quer internacionais, destacando-se pela qualidade dos espaços de escritórios que oferece”.
 
E acrescenta: “O Edifício Atlantis é um importante reforço dessa oferta qualificada e apresenta-se como um edifício ideal para empresas que pretendam aliar qualidade, flexibilidade, estética e conforto numa localização privilegiada e num edifício tecnologicamente na vanguarda”.
 
O projecto de arquitectura, a cargo de Hartmann Associados, está preparado para se adaptar de forma imediata às necessidades de espaço das mais variadas empresas, apresentando uma estrutura interior de elevada flexibilidade, onde os valores estéticos e de conforto se conjugam com os mais exigentes requisitos técnicos e tecnológicos. A exposição solar é outra das características distintivas deste novo edifício de escritórios, que beneficia de uma abundante luz natural devido às suas 4 fachadas em vidro.

Com esta nova instrução, a carteira de imóveis de escritórios em comercialização pela Jones Lang LaSalle ascende a cerca de 78.000 m² disponíveis, num reforço importante realizado já durante o corrente ano. O Departamento de Office Agency é uma das áreas estratégicas para o crescimento da Jones Lang LaSalle em Portugal nos próximos dois anos, uma função que tem estado a cumprir com sucesso, estando bastante dinâmica quer ao nível da colocação de espaços, quer na obtenção de novos mandatos.