Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Jones Lang LaSalle presta assessoria à EPRA no desenvolvimento das Recomendações de Boas Práticas para Relatórios de Sustentabilidade


A Jones Lang LaSalle, atuando como consultora especialista para a European Public Real Estate Association (EPRA), apoiou recentemente esta associação europeia no desenvolvimento das Recomendações de Boas Práticas (BPR – Best Practice Recommendations) no que respeita a elaboração de Relatórios de Sustentabilidade. As BPR auxiliarão o setor europeu de empresas imobiliárias cotadas na divulgação dos seus esforços de sustentabilidade e foram apresentadas na Conferência Anual da EPRA, que decorreu a 1 e 2 de Setembro no Hotel Landmark, em Londres.

A Jones Lang LaSalle está ainda a lançar o Technical Guidance Note, em parceria com a EPRA, com o objetivo de ajudar as empresas a compreender as Recomendações de Boas Práticas na elaboração de relatórios de sustentabilidade através de exemplos práticos.
Em comentário ao lançamento das BPR e do Technical Guidance Note, Matthew Tippett, Diretor da equipa de Energia e Sustentabilidade da Jones Lang LaSalle, afirma: “Os relatórios de sustentabilidade colocam, definitivamente, a sustentabilidade na agenda dos conselhos de administração. Esperamos que o trabalho desenvolvido com a EPRA nesta área seja um incentivo para que as empresas assumam esta tarefa, ainda que voluntária, numa área tão importante como é a sustentabilidade ”.

Gareth Lewis, Finance Director na EPRA e líder do projeto, acrescentou: “Depois de consultarmos os nossos associados, concluímos que existe uma enorme extensão e diversidade de práticas na divulgação da sustentabilidade no setor imobiliário, uma realidade que pensamos estar a dificultar a elaboração sólida de relatórios de sustentabilidade nesta área. Esta é, portanto, uma intervenção oportuna, à luz da crescente consciencialização de que a indústria imobiliária deve desempenhar um papel determinante na luta contra os principais desafios ambientais que se colocam às empresas, como é o caso das alterações climáticas”.

A prática ainda voluntária de apresentação de Relatórios de Sustentabilidade tem vindo, nos últimos anos, a generalizar-se em toda a Europa, particularmente entre as maiores empresas cotadas de imobiliário. Publicações de Research desenvolvidas pela Jones Lang LaSalle concluíram que, em relação ao ano 2010, 38% das empresas associadas da EPRA produziram alguma forma de divulgação corporativa da sustentabilidade. Um tema debatido nos últimos anos tem sido a potencial introdução de uma regulação que torne os relatórios de sustentabilidade obrigatórios na União Europeia e nos Estados Membros. Este novo desenvolvimento tem implicações potencialmente significativas para todas as empresas imobiliárias cotadas na Europa, tendo em conta a realização de relatórios corporativos para investidores e analistas, particularmente para as empresas que até à data não publicaram nenhum relatório de sustentabilidade.
- ends -
 
 
Nota:

Sobre a equipa de Energia e Sustentabilidade da Jones Lang LaSalle:

Liderada por Julie Hirigoyen, a equipa de Serviços de Sustentabilidade da Jones Lang LaSalle conta já com cerca de 15 anos de experiência em imobiliário e construção sustentáveis. Trabalhamos com investidores, promotores e ocupantes para configurar e implementar soluções imobiliárias sustentáveis que conduzam a melhorias na performance do imobiliário e reduzam os custos com os imóveis anualmente.

Sobre a EPRA:
A EPRA tem como principal objectivo disponibilizar ferramentas efetivas e contínuas em assuntos de interesse comum às empresas imobiliárias europeias cotadas em bolsa. A associação pretende fomentar a discussão de temas com impacto na indústria quer entre os seus associados quer junto das entidades governamentais e reguladoras apropriadas. Enceta ainda diligências para o desenvolvimento de políticasrelacionadas com o estabelecimento de padrões de divulgação de relatórios, ética e práticas da indústria. Apesar de não ser uma entidade reguladora, a EPRA encoraja ativamente a adesão a estas políticas. A EPRA apoia e publica research e análises para o benefício dos seus associados.