Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Jones Lang LaSalle Hotels mandatada para a venda de hotel emblemático no coração de Londres


Um dos mais emblemáticos hotéis de Londres, o St. Ermins, na zona de Westminster, foi colocado no mercado pelo gestor de fundos globais Angelo Gordon e pelo especialista em recuperação de negócios e gestor hoteleiro Amerimar, numa estratégia que visa capitalizar a crescente procura de investimento em ativos hoteleiros nesta cidade. O ativo, atualmente livre de contratos de branding, constitui uma oportunidade de exceção para as insígnias hoteleiras internacionais num dos destinos hoteleiros com maior procura no mundo. A Jones Lang LaSalle Hotels foi mandatada, em regime de exclusividade, pela empresa proprietária para proceder à venda do ativo.

George Nicholas, Vice Presidente Executivo na Jones Lang LaSalle Hotels, que está a gerir a venda, afirma: “Os hotéis de Londres registaram o crescimento mais elevado de RevPAR de todas as cidades do Reino Unido ao longo do último ano, um crescimento impulsionado pelo contínuo fortalecimento do setor turístico. Com 331 quartos luxuosos, oportunidade para implementar uma marca e operar de acordo com a preferência do comprador, o hotel localiza-se num terreno com cerca de meio hectare e constitui uma oportunidade de investimento rara”.

Os parceiros Angelo Gordon, Amerimar e Gracemark renovaram este edifício classificado de interesse municipal e originalmente construído em 1889, devolvendo ao hotel o seu anterior prestígio. O icónico e prestigiado St. Ermins integra fachadas construídas com tijolos alemães e diversos detalhes de estilo barroco e rococó, além de um pátio com jardim.
Em abril de 2012, o St.Ermins foi incluído na conceituada “Hot List” dos melhores hotéis novos do mundo, produzida pela Condé Nast Traveler. Além disso, o imóvel está ainda no topo do Trip Advisor para os hotéis londrinos, classificando-se acima de hotéis como o Stafford, Dorchester, Goring, Langham, Claridges, Connaught, Berkeley e Savoy.

George Nicholas conclui: “O hotel St. Ermins está localizado num ponto fantástico numa das zonas de Londres mais procuradas, por isso esperamos registar um elevado interesse nesta venda. O hotel está muito bem servido pela rede de transportes da cidade e rodeado de alguns dos monumentos mais emblemáticos de Londres. O reposicionamento do hotel encontra eco na regeneração mais abrangente das zonas de St. James, Buckingham Gate e Victoria. Além disso, mais de £2 mil milhões de investimento em escritórios e retalho, quer em novos projetos quer em reabilitação, deverão estar concluídos entre 2012 e 2016. Esta tendência, que aumentará a atual procura, continuará ao longo da década como resultado de um (re)planeamento urbano profundo que está em marcha”.