Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

A Jones Lang LaSalle divulgou os dados mais recentes do Office Flashpoint, revelando a performance do mercado de escritórios de Lisboa em julho de 2012


O início do novo semestre foi marcado por uma performance menos dinâmica do mercado de escritórios, com a ocupação no mês de julho a cair cerca de 19% em termos mensais para os 3.732 m². Já em termos homólogos, a nota foi de estabilização, com uma variação de apenas -1% face a igual mês do ano passado.
 
A maior operação em julho foi protagonizada por uma entidade pública, que arrendou uma área de 860 m² no Edifício Alvalade 6, na zona 3, uma transação mediada pela Jones Lang LaSalle. A zona 3 foi, aliás, a que exibiu melhor performance neste mês, com 1.269 m² tomados em duas operações, ambas a cargo da Jones Lang LaSalle (além da já referida, inclui-se a expansão da Servdebt em 409 m² na Torre Ocidente). Seguiu-se a zona 1, com 1.068 m² arrendados. Já em termos da procura, o setor “Estado, Europa e  Associações” foi o mais ativo (938 m²), seguido pela área “Produtos de Consumo”, que arrendou 790 m².
 
No acumulado do ano, a nota continua a ser de evolução positiva, com um crescimento homólogo de 15% para o período entre Janeiro e Julho. Assim, nos primeiros sete meses deste ano, foram arrendados 39.762 m² de escritórios em Lisboa, comparando com os 34.556 m² tomados em igual período do ano passado.
 
A área média arrendada também evoluiu de forma positiva na comparação dos dois períodos. Nos primeiros sete meses de 2012, a área média arrendada pelas empresas ascendeu a 346 m², mais 76 m² que os 270 m² arrendados, em média, no mesmo período do ano passado.
 
Entre janeiro e julho de 2012, a maior operação continuou a ser a o arrendamento de 3.203 m² pela Teleperformance no edifício Cais Office, na zona 5. De acordo com os dados apurados no âmbito do LPI – Lisbon Prime Index, neste período, as 10 maiores operações concluídas totalizaram os 15.377 m² (cerca de 38% do total transacionado no mercado). A Jones Lang LaSalle foi responsável pela colocação de 30% desta área (4.607 m²), intervindo em 5 das 10 maiores operações de arrendamento de escritórios entre janeiro e julho.
 
No acumulado do ano, a zona 6 (Corredor Oeste) é que exibe melhor performance, alojando 30,5% de toda a área arrendada no período, seguida pela zona 1, com 16,7% da área colocada. Já em termos da procura, foram os setores “Outros Serviços (23,5%) e Serviços Empresas (19,55%) os mais dinâmicos.
 
Não hesitem em contactar-nos caso tenham alguma questão adicional e caso pretendam obter comentários da nossa equipa de research relativamente a estes dados.