Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

Investimento imobiliário global cresceu 18% em 2013 e deverá superar os $600 biliões este ano

Jones Lang LaSalle revela que, dando continuidade a 5 anos de um forte crescimento do mercado, os volumes globais de investimento imobiliário alcançaram os níveis mais elevados desde 2007 quer no 4º trimestre quer no total do ano 2013.


A melhoria da conjuntura económica global e a crescente liquidez impulsionaram os volumes de investimento imobiliário global no 4º trimestre de 2013 para os $183 biliões, revela a Jones Lang LaSalle (JLL). Este resultado contribuiu para que os volumes anuais transacionados em 2013 se fixassem em $549 biliões, exibindo um crescimento de 18% face a 2012.
 
Os mercados imobiliários mantiveram a sua dinâmica de crescimento nos últimos 12 meses, mesmo em comparação com um final de 2012 já bastante ativo. Além disso, os volumes de investimento registados no 4º trimestre de 2013 superaram a boa performance do trimestre anterior em cerca de 31%, registando ainda um crescimento de 13% face ao mesmo período do ano anterior.
 
Os volumes globais de investimento em imobiliário terciário na Ásia-Pacífico exibiram o maior crescimento regional, o qual se situou em 26%, significando que os $124 biliões transaccionados em 2013 nesta região se equiparam aos níveis recorde registados em 2007. O (re)emergente mercado Japonês contribuiu de forma significativa para esta performance, crescendo 63% em dólares americanos (se considerarmos uma análise em divisas locais, os volumes duplicaram) e recuperando a sua posição como o terceiro mercado mundial mais ativo, depois do Reino Unido e dos Estados Unidos. Os volumes de investimento atingiram também níveis recorde na China e na Austrália, que registaram crescimentos de 66% e 30%, respetivamente.
 
O Continente Americano observou uma melhoria sustentada nas condições do mercado e na confiança, apesar dos desafios económicos e políticos no decurso do ano. Os volumes anuais transacionados nesta região alcançaram os $240 biliões, mais 18% face a 2012. Em termos trimestrais, no 4º trimestre o crescimento foi de 17% para os $87 biliões. Os principais mercados, que são os Estados Unidos e o Canadá, cresceram ambos cerca de 20%. O cenário nos mercados mais voláteis da América Latina foi mais heterogéneo, com o Brasil a registar um ano claramente abaixo do esperado.
 
Os mercado europeus registaram alguns dos melhores resultados desde 2007, com um crescimento europeu agregado de 14% (em dólares) para os $184 biliões. O Reino Unido e a Alemanha, dois dos três maiores mercados, cresceram 19% e 17% respetivamente. Simultaneamente, os mercados de investimento europeus de menor dimensão observaram também níveis muito mais elevados de atividade, bem como todos os setores do mercado imobiliário.
 
A Jones Lang LaSalle estima que os volumes de investimento imobiliário a nível global superem a marca dos $600 biliões em 2014, atingindo os $625 biliões, num aumento anual de 14% face a 2013. O crescimento mais expressivo deverá ocorrer no Continente Americano, no qual o investimento deverá aumentar cerca de 20% em 2014, considerando o crescimento da economia, a existência de menor ruído político e uma crescente liquidez por via dos mercados de dívida e de capitais. Na Europa, estima-se um 1º trimestre de 2014 excecionalmente forte, o que deverá sustentar um crescimento anual de 10% em 2014. Este crescimento dever-se-á sobretudo à expansão da atividade quer em termos geográficos quer setoriais, suportada pelo crescente fluxo de capital destinado a este setor e  pela melhoria na confiança.
 
Os mercados da Ásia-Pacífico deverão manter a sua boa performance e ritmo em 2014, dada a recuperação económica global e a procura sólida por parte dos investidores domésticos, motivando a antecipação de um crescimento de 10% no investimento imobiliário nesta região.
 
Arthur de Haast, Lead Director do Grupo de International Capital na JLL, refere: “Os mercados globais de investimento imobiliário continuam a melhorar, influenciados por perspetivas mais otimistas em relação à economia global e ao sentimento dos investidores. O imobiliário está, sem dúvida, a beneficiar do desejo dos investidores em deter ativos que gerem rendimentos sólidos, em paralelo ou mesmo, em alguns casos, em alternativa a oportunidades de investimento de maior liquidez. A apetência de investidores com experiência em olhar para oportunidades que requerem uma gestão adicional de ativos ou soluções mais criativas ajudou a impulsionar os volumes de 2013 acima das nossas expetativas iniciais. Com o crescimento desta tendência em 2014, acreditamos que os volumes de investimento continuem a subir”.
 
David Green-Morgan, Diretor de Research de Global Capital Markets na JLL, acrescenta: “Enquanto os fluxos globais de capitais permaneçam bem abaixo dos seus níveis de pico, com um crescimento muito ligeiro nos últimos anos, o imobiliário continua a observar um crescimento nos fluxos de capital entre países e regiões. São cada vez mais os investidores que procuram oportunidades fora dos seus mercados domésticos, uma tendência que dificilmente se inverterá no curto e médio prazo. A JLL notou crescimentos de dois dígitos nos volumes transacionados em três dos quatro últimos anos, e esperamos que esta tendência continue em 2014, com os volumes a superarem a marca dos $600 biliões, com uma subida de 14% face a 2013”.
 
 - ends -
 
Nota:
 
Os imóveis abordados no relatório de Global Capital Flows incluem hotéis, escritórios, industrial e retalho. Os valores aqui apresentados são preliminares, sendo posteriormente divulgado o relatório final para o 4º trimestre de 2013.
O que são as Análises de Global Capital Flows ?
As análises de Global Capital Flows da Jones Lang LaSalle disponibilizam um conjunto de dados gerados para auxiliar os investidores a compreender o comportamento do mercado de investimento imobiliário em todo o mundo. As conclusões são divulgadas trimestralmente, primeiro numa análise dos volumes de transação em forma de press release (como o atual) e posteriormente num relatório trimestral mais abrangente que será lançado nas semanas seguintes. Todos os dados atuais do Global Capital Flows podem ser encontrados num sitio de internet interativo que se posiciona também como um portal para os meios de comunicação e para os clientes no acesso aos dados de research da Jones Lang LaSalle na área de Global Capital Markets, disponível em www.joneslanglasallesites.com/gcf.