Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

HSBC seleciona Jones Lang LaSalle, num dos maiores contratos de outsourcing de serviços de gestão de instalações corporativas


Trata-se de um dos maiores contratos globais de gestão de instalações corporativas (facility management) atribuído por uma empresa financeira, que deverá aumentar a eficiência operacional e a consistência do portefólio, constituído por cerca de 5,4 milhões de m²

​A Jones Lang LaSalle (NYSE:JLL) anunciou que o banco global HSBC selecionou a empresa para seu fornecedor exclusivo de serviços de gestão de instalações corporativas, em regime de outsourcing, envolvendo um portefólio superior a 5,4 milhões de m². Este é o maior contrato de facility management, de âmbito global, atribuído a um fornecedor único por uma empresa financeira. 

A prática de externalizar as funções imobiliárias non-core a especialistas do sector aumentou nos últimos anos, à medida que os prestadores de serviços tentam ampliar a sua capacidade para disponibilizar serviços integrados de maior abrangência geográfica e as empresas compreendem melhor as vantagens deste regime em termos de produtividade. A capacidade da Jones Lang LaSalle para oferecer serviços imobiliários para um portefólio internacional tão amplo e diversificado posicionou a empresa na primeira linha desta tendência mundial de outsourcing. A decisão pioneira do HSBC em externalizar a gestão de instalações corporativas a nível global tem por objectivo aumentar a eficiência operacional e a consistência no seu portefólio constituído por mais de 11.000 imóveis na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico, Europa, Médio-Oriente e África. 

“A Jones Lang LaSalle e o HSBC estão empenhados em adoptar soluções inovadoras que promovam o desempenho do imobiliário como um impulsionador de melhorias mensuráveis no negócio. A nossa equipa global está concentrada em melhorar a produtividade do imobiliário do HSBC através da eficiência operacional nos seus espaços de trabalho em todo o mundo”, disse Colin Dyer, Presidente e CEO da Jones Lang LaSalle.

A Jones Lang LaSalle trabalha como consultor imobiliário do HSBC na América do Norte desde 1998, alargando, com este novo contrato, as suas responsabilidades a mais 3,9 milhões de m² em todo o mundo, ao mesmo tempo que renova os seus contratos de facility management já existentes na América do Norte, China, Tailândia, México e Panamá. A Jones Lang LaSalle irá ainda atuar como parceiro regional de transações do HSBC nas regiões da Ásia-Pacífico, América Latina e Médio Oriente e Norte de África. 

Para dar resposta ao alargamento do programa, a Jones Lang LaSalle implementará a sua plataforma tecnológica de referência que permitirá ao HSBC gerir, comparar e fazer benchmark da performance de todo o seu portefólio global de forma consistente. 

“À medida que as empresas exigem maior qualidade e controlo sobre as suas instalações e imóveis, procuram, cada vez mais, olhar para uma fornecedor único que possa dar uma resposta a nível global”, disse Jordi Martin, Managing Director de Integrated Facilities Management da Jones Lang LaSalle. “Ser instruído pelo HSBC para gerir as suas instalações corporativas em todo o mundo mostra que este objetivo pode ser atingido e é um reflexo do nosso investimento contínuo na criação de uma plataforma global de gestão de facility management”. 

“Sendo o imobiliário, por norma, o terceiro maior custo operacional para as empresas, a nossa capacidade para fornecer operações imobiliárias mais eficientes trará vantagens para a performance do negócio e para a produtividade geral do HSBC”, disse Bill Thummel, Managing Director da Jones Lang LaSalle, Global Accounts. “O nosso modelo de conciliar uma abordagem estratégica de gestão com um forte empenho e um compromisso em apoiar os objetivos de sustentabilidade do HSBC, permite a este focar-se de forma mais intensa no seu negócio core”.

“Na região EMEA, iremos alavancar as economias de escala da nossa rede de prestação de serviços nesta área para melhorar o desempenho de mais de 4.000 imóveis da HSBC”, disse Magnus Akerberg, Managing Director, Integrated Facilities Management, EMEA, da Jones Lang LaSalle. “Este contrato irá permitir uma maior uniformização no portefólio global do HSBC”.

A Jones Lang LaSalle criou uma equipa global de especialistas liderada por Bill Thummel, em conjunto com Chris Kiernn, Global Managing Director, e Ian King, Global Director of Operations, para dar resposta às acrescidas responsabilidades globais do contrato com o HSBC.

Líder na área de outsourcing imobiliário, a linha de negócio de Corporate Solutions da Jones Lang LaSalle apoia as empresas na melhoria da sua produtividade em termos de custos, eficiência e desempenho no que respeita os seus portefólios imobiliários nacionais, regionais ou globais, através da criação de parcerias de outsourcing para gerir e executar um leque de serviços imobiliários. Esta capacidade de fornecer serviços ajuda as empresas a melhorar o desempenho do seu negócio, sobretudo quando estas recorrem ao outsourcing para a área imobiliária como forma de gerir custos e melhorar a rentabilidade. 

Nota aos editores:

Para mais vídeos, noticias e recursos de research da Jones Lang LaSalle, por favor, visite o centro global de média da empresa em www.joneslanglasalle.com/Pages/News.aspx​.

O Portefólio de 11.000 imóveis do HSBC inclui 6.000 escritórios, sendo os restantes ativos, edifícios com pontos de ATM e propriedades residenciais. 

- ends-