Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

JLL mostra resultados de Cidadania Corporativa e Sustentabilidade no seu Relatório Global de Sustentabilidade

Relatório anual revela as principais conquistas que têm contribuído para a sustentabilidade do negócio ao longo do tempo


​Respeitando o compromisso de desenvolver as melhores práticas de reporte e transparência, a JLL (NYSE:JLL) acaba de lançar o seu Relatório de Sustentabilidade 2013, “We are JLL. We take responsibility”. O documento apresenta um resumo do desempenho da JLL naquelas que são as suas áreas prioritárias definidas no campo da sustentabilidade: energia e recursos; edifícios “verdes”; excelência no serviço ao cliente; comunidade e cadeia logística; ambiente de trabalho, bem-estar e diversidade. O documento sublinha que os clientes, colaboradores e acionistas da empresa requerem cada vez mais que a sustentabilidade seja parte integrante das decisões de âmbito imobiliário. A abordagem desenvolvida pela JLL está de acordo com as diretrizes definidas pela versão G4 do Global Reporting Initiative (GRI), pelo enquadramento do International Integrated Reporting Council’s (IIRC) e pelo Global Compact das Nações Unidas.

“Estamos a ajudar os nossos clientes e também a nós próprios a melhor compreender o valor de um negócio responsável”, disse Colin Dyer, Chief Executive Officer da JLL. “Somos responsáveis pelo impacto social, ambiental e económico do nosso negócio, e continuaremos a trabalhar para consolidar a nossa reputação enquanto empresa sustentável, uma organização de confiança e respeitada por todos os nossos stakeholders”.

O compromisso da JLL para a sustentabilidade ambiental e social, a governança corporativa e a cidadania para com os seus clientes e as suas próprias operações é evidenciado nos resultados atingidos em 2013 nas cinco áreas chave do seu Compromisso Global de Sustentabilidade, detalhados no relatório:

Energia e Recursos
• A JLL conseguiu cerca de 377 milhões de kWh em poupanças de energia para os seus clientes dos EUA, o equivalente a uma poupança de 39 milhões de dólares em 2013 e à remoção anual de aproximadamente 46.300 carros das estradas.
• Nos escritórios próprios da JLL, as emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE) decresceram 7% para as 1,5 toneladas métricas por colaborador em 2013.

Edifícios “Verdes”
• A JLL obteve 76 certificações de edifícios “verdes” para os seus clientes, abrangendo uma área de 481.200 m², dos quais 75% são LEED.
• 125 escritórios da JLL têm o seu fit-out ou certificação segundo os princípios de edifícios “verdes”, ou já os estão a implementar.

Excelência no serviço aos clientes:
• Pelo sexto ano consecutivo, em 2013 a JLL voltou a constar na lista das “Empresas Mais Éticas do Mundo” publicada pelo Ethisphere Institute (sétima em 2014).

Comunidade e cadeia logística:
• O contributo monetário total para ações e projetos de solidariedade social ascendeu a pelo menos 4,4 milhões de dólares. Já os colaboradores contribuíram com mais de 2.821 dias de voluntariado para apoiar causas de solidariedade em 2013, o que traduz um aumento de 61% em relação a 2012.

Local de trabalho, bem-estar e diversidade:
• A JLL viu os seus esforços para promover a diversidade no local de trabalho reconhecidos por organizações como o Human Rights Campaign’s Corporate Equality Index e o Black Equal Opportunity Employment Journal.
• 44% dos países registou pelo menos uma iniciativa de diversidade e inclusão.

“A nossa capacidade de prosperar durante mais de 250 anos confirma que sabemos o que é preciso para gerir uma empresa sustentável ao longo do tempo”, afirmou Colin Dyer. “No fundo, na JLL a sustentabilidade é afinal a forma como mantemos e expandimos o nosso papel enquanto cidadãos corporativos responsáveis. Estamos orgulhosos da nossa reputação de agirmos com integridade e pela forma como os nossos colaboradores contribuem para as comunidades onde vivem e trabalham”.