Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

JLL reforça funções de Benoît du Passage na liderança no Sul da Europa e Norte de África e nomeia Charles Boudet para Diretor-Geral de França

Portugal é um dos países beneficiados por esta nova estrutura de liderança


​A JLL acaba de anunciar que Benoît du Passage irá reforçar as suas funções na liderança a nível regional, nomeando Charles Boudet para o suceder no cargo de Diretor-Geral em França.
Com efeito a partir de 1 de julho, Benoît du Passage torna-se assim o CEO para a Europa do Sul e o Magrebe, assumindo total responsabilidade no Conselho de Administração para as operações da JLL em França, Espanha, Itália, Portugal, Marrocos e países vizinhos no norte ocidental de África. Esta nomeação vem assim reforçar o papel já desempenhado por Benoît du Passage no Conselho de Administração para a região EMEA e reflete a estratégia de crescimento estruturada da JLL para os países em redor do Mediterrâneo ocidental.

O sucessor de Benoît du Passage no cargo de Diretor-Geral da JLL em França é Charles Boudet, que se muda para Paris, onde passará a assumir o novo cargo a partir de 1 de setembro. De nacionalidade francesa, Charles Boudet passou os últimos dez anos no escritório da JLL de Moscovo, onde desde 2009  desempenhava as funções de Diretor-Geral da consultora para a atividade na Rússia & CIS (Rússia & Commonwealth of Independent States – Comunidade de Estados Independentes). Sucede-lhe Thomas Devonshire-Griffin, conforme já anunciado em março deste ano.

Comentando estas nomeações, Christian Ulbrich, CEO EMEA da JLL, disse: “Esta nova estrutura de liderança irá dar uma resposta mais eficaz à procura crescente por parte dos nossos clientes no que se refere à integração de serviços na região do Sul da Europa e do Norte de África. O Benoît tem uma vasta e profunda experiência junto dos clientes e da nossa operação nestes mercados e está idealmente posicionado para liderar a nossa estratégia de crescimento, antecipando e refletindo as necessidades evidenciadas pelos nossos clientes à medida que as condições de mercado dentro e fora da zona Euro continuam a melhorar”.

Christian Ulbrich acrescenta: “Estamos muito satisfeitos por Charles Boudet ter aceite o cargo de Diretor-Geral em França. A sua vasta experiência na liderança, especialmente evidenciada por ter fortalecido o nosso negócio no mercado da Rússia ao longo dos últimos anos, é um reforço importante para um conselho executivo já de si muito forte e para a equipa líder que temos em França”.
Benoît du Passage disse: “Vemos grandes potencialidades de crescimento para toda a nossa atividade na Europa do Sul e no Norte de África, onde a melhoria das condições económicas está na base de um acréscimo do interesse e da maior atividade dos nossos clientes. Estou muito entusiasmado pela oportunidade que me é dada ao aceitar desempenhar este cargo, nomeadamente por ajudar a conduzir o crescimento continuado da JLL nesta parte da região EMEA e não só. E, com o Charles a assumir o cargo de Diretor-Geral, liderando uma equipa fantástica, a operação da JLL em França ficará em excelentes mãos”.

Charles Boudet comentou: “Gostei muito da minha experiência em Moscovo e irei mudar-me para Paris com um enorme orgulho dos meus colegas e das suas conquistas em toda a Rússia & CIS. Contudo, como francês há algo de especial em ser convidado para voltar a casa e liderar a operação da JLL em França. É um novo desafio verdadeiramente estimulante para mim e mal posso esperar por iniciar funções em setembro”.

Pedro Lancastre, Diretor-Geral da JLL Portugal, disse: “Tal como Benoît referiu, as perspetivas de desenvolvimento para os mercados imobiliários do sul da Europa e Norte de África são encorajadoras e, por isso, estamos muito entusiasmados por poder ser uma parte ativa nesta nova etapa de crescimento da JLL. Motivados por um clima de mercado cada vez mais dinâmico, iremos continuar a acrescentar valor aos nossos clientes para que Portugal possa ser um dos mercados chave na prossecução desta estratégia de expansão. Esta nova estrutura de liderança, que permite uma maior proximidade e disponibilidade do Benoît de Passage, irá, com certeza, impulsionar ainda mais o crescimento da JLL em Portugal”.