Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

JLL acompanha mudança da Llorente & Cuenca para o Liberdade 225

Empresa muda-se de Sintra para o Prime CBD de Lisboa, onde passa a ocupar 319 m²


​A Llorente & Cuenca é o mais recente inquilino do Edifício Liberdade 225, um dos mais modernos edifícios de escritórios da avenida da Liberdade. Atuando em representação do proprietário nesta operação, a JLL foi a consultora responsável pelo arrendamento de uma área de 319 m² a uma das mais prestigiadas empresas de consultoria de gestão de reputação, comunicação e assuntos públicos em Portugal e que desta forma concretiza a sua mudança de Sintra para o centro do business district da cidade de Lisboa.

Liberdade 225

Mariana Rosa, Diretora do Departamento de Office Agency da JLL, comenta: “Totalmente renovado há menos de dois anos, o Liberdade 225 destaca-se entre a oferta disponível na avenida da Liberdade, onde escasseiam espaços de escritórios modernos e em linha com os mais exigentes requisitos de qualidade que os inquilinos hoje procuram. Com disponibilidade imediata, é o edifício ideal para médias e grandes empresas que desejam instalar-se no prime CBD, com condições de conforto e os mais avançados equipamentos tecnológicos que, ao tornarem o edifício mais eficiente do ponto de vista energético, também lhes permitem obter poupanças significativas no final do mês”.

Tiago Vidal, Diretor Geral da Llorente & Cuenca em Portugal, afirma: “No culminar de 5 anos de parceria entre duas agências líderes em Portugal e Espanha, IMAGO e LLORENTE & CUENCA, que agora origina a LLORENTE & CUENCA em Portugal, as nossas novas instalações assinalam o reforço da nossa aposta nos mercados de língua portuguesa. A nossa presença num edifício de elevada qualidade como o Liberdade 225 é reflexo da evolução do nosso posicionamento e proposta de valor, permitindo-nos estar ainda mais perto dos nossos clientes no prime CBD de Lisboa.”

Comercializado pela JLL em regime de co-exclusividade, o Liberdade 225 foi alvo de um profundo projeto de reabilitação a nível interior e exterior que ficou concluído em meados de 2013, tendo sido recentemente vendido a um investidor institucional português numa operação que contou com a participação de ambas as consultoras.

Com uma área bruta de construção de 6.142 m² distribuída por nove pisos acima do solo, o edifício conta com 5.334 m² destinados a uso de escritórios e 808 m² de espaços comerciais nos pisos 0 e 1. É ainda servido por estacionamento em cave com capacidade para 44 viaturas.