Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Lisboa

JLL lança processo de venda do maior projeto imobiliário da Baixa do Porto

Bonjardim City Block ocupa praticamente um quarteirão no centro histórico da Invicta e tem um programa de desenvolvimento que prevê habitação, retalho e hotelaria


​A JLL foi a consultora escolhida em regime de exclusividade para a venda do projeto imobiliário Bonjardim City Block, que ocupa quase a totalidade de um quarteirão junto à Praça D. João I, na proximidade da avenida dos Aliados e do Mercado Bolhão, bem no coração do Baixa Portuense.

Delimitado pelas ruas de Sá de Bandeira, Formosa e do Bonjardim, e ainda pela Travessa do Bonjardim e pela Praça D. João I, este empreendimento tem uma área bruta de construção aprovada de 28.488 m² acima do solo, que permite conjugar os usos de habitação, retalho e hotelaria. Prevê ainda a criação de uma praça central de uso público que interligará o conjunto edificado e possibilitará a mobilidade entre as artérias que circunscrevem a área de intervenção do projeto.

O projeto Bonjardim City Block propõe a construção de cinco novos blocos e a reabilitação de um edifício existente aproveitando as fachadas dos imóveis que existiam na Rua Sá da Bandeira. Está ainda previsto um parque de estacionamento com capacidade para 560 viaturas, a desenvolver em 3 pisos subterrâneos, que totalizam uma área bruta de construção abaixo do solo de 17.820 m².

Fernando Vasco Costa, Diretor do Departamento de Development Solutions da JLL, encarregue de liderar o processo de venda deste projeto imobiliário, sublinha tratar-se de “uma oportunidade ímpar para desenvolver um projeto de grande escala numa localização única. Estamos a falar do maior empreendimento no centro do Porto e que permite conjugar os usos que estão neste momento a registar a maior procura nesta zona, numa altura em que a dinâmica do mercado imobiliário e do turismo na cidade é absolutamente exponencial. Além de toda a animação que existe atualmente em torno da Baixa do Porto, é ainda de destacar a proximidade do projeto àquela que será uma das maiores âncoras turísticas da cidade, o Mercado do Bolhão, que poderá também ser um forte impulsionador para a consolidação das áreas comerciais que este projeto vier a integrar. Estamos, por isso, convictos de que esta oportunidade de promoção suscitará bastante interesse quer junto de players nacionais quer internacionais”.