Comunicado de imprensa

JLL e Tétris vão transformar o Duque Palmela 11 em escritórios do futuro

Uma equipa multidisciplinar da consultora, envolvendo vários departamentos, está a desenvolver um projeto de reabilitação para este edifício, reposicionando-o para fazer frente aos novos desafios dos escritórios do futuro

Maio 18, 2021

Após ter liderado o processo de venda do Edifício Duque de Palmela 11 à seguradora espanhola Santalucía, através do departamento de Capital Markets, a JLL acaba de ser mandatada pelo novo proprietário para o reposicionamento, remodelação e comercialização do ativo através de uma equipa multidisciplinar que integra a participação dos departamentos de Corporate Solutions, de Leasing Markets Advisory e da Tétris.

A consultora foi contratada para desenvolver um projeto integrado que estabelecesse uma nova visão e ambição para o reposicionamento do edifício, abrangendo um conjunto alargado de serviços para atingir os objetivos propostos. O objetivo é claro: transformar este imóvel num dos mais modernos e sustentáveis edifícios de escritórios do centro de Lisboa, capacitando-o para fazer frente aos novos desafios dos espaços de trabalho do futuro e, ao mesmo tempo, transformando-o num ícone deste mercado.

Localizado no Prime CBD de Lisboa, na rua Duque de Palmela, junto ao Marquês de Pombal, o edifício ergue-se por 10 pisos e conta com uma Área Bruta Locável (ABL) de 4.377 m² de escritórios, encontrando-se atualmente sem inquilinos. Conta ainda com terraços privativos e um parque de estacionamento privado, com 89 lugares.

A equipa da Tétris, a empresa de design e construção do grupo JLL, irá desenvolver e executar todo o projeto de remodelação que irá transformar por completo o edifício, reduzindo a sua pegada ambiental e dotando-o de uma nova distribuição de espaços, privilegiando as áreas colaborativas em open space. As equipas de Workplace Strategy, Project & Development Services e de Energy & Sustainability Services que integram a área de Corporate Solutions de JLL, irão trabalhar em estreita colaboração com a Tétris neste processo, para que, juntas, desenvolvam um espaço que não só vai ao encontro das tendências de ocupação atuais mas também capaz de se posicionar na linha da frente para a procura dos escritórios do futuro. Por sua vez, a equipa do departamento de Leasing Markets Advisory assume a responsabilidade de trazer os futuros ocupantes, tendo sido mandatada para a comercialização do edifício em regime de exclusividade.

Carlos Cardoso, Managing Director da Tétris Portugal, comenta: “um projeto como este é muito estimulante pois, estamos a trabalhar nos escritórios do futuro. Traz muitos desafios, por se tratar da remodelação de um edifício inteiro numa das zonas mais centrais da cidade e porque temos o objetivo de o transformar num dos mais sustentáveis da cidade, ambicionando a certificação Breeam ou Leed. Mas o facto de podermos contar com o input dos nossos colegas da JLL nas áreas de corporate solutions é uma grande mais-valia, especialmente para o cliente”.

Maria Empis, Head of Corporate Solutions da JLL, acrescenta: “este projeto é um exemplo claro das vantagens da nossa abordagem one-stop-shop, através da qual os nossos clientes acedem, de uma só vez a todos os serviços que necessitam para valorizar o seu imóvel. Neste caso, os serviços de comercialização, arquitetura e construção serão complementados com a experiência aportada pelas equipas de Project & Development Services, Energy & Sustainability Services e Workplace Strategy, que acompanham diariamente as mais recentes tendências de ocupação. A incorporação destes serviços tem a dupla vantagem de não só permitir agregar valor ao imóvel, através de uma análise da melhor solução em termos de espaços de trabalho, de posicionamento do ativo em termos de sustentabilidade e de certificação; mas também de garantir a conformidade do projeto ao longo de todo o processo”.

Mariana Rosa, Head of Leasing Market Advisory da JLL, conclui: “é bastante gratificante podermos fazer parte de todo este processo. O trabalho que a JLL vai desenvolver irá certamente garantir a qualidade deste projeto, o qual, não temos dúvidas, será mais um verdadeiro sucesso de comercialização. Um imóvel desta dimensão, na zona mais prime da cidade, bem junto ao Marquês de Pombal, totalmente disponível para ocupação e, mais importante, integrando com os mais exigentes requisitos ambientais, de sustentabilidade e de ocupação de espaço exigidos pelas empresas ocupantes, é uma proposta única. Com certeza vai ser muito disputado, sendo ideal para uma sede corporativa”, termina.

Ignacio Palazón, responsável pela Área Imobiliária da seguradora Santalucía comenta: “Estamos muito orgulhosos da primeira aquisição imobiliária em Lisboa de um edifício de escritórios com uma localização invejável, e prontos para fazer um projeto em conjunto com a JLL e a Tetris que são uma referência no mercado imobiliário português. A nossa equipa de real estate está especialmente entusiasmada para começar este projeto, que temos a certeza que será emblemático, e fazê-lo com a equipa da JLL e da Tetris certamente nos conduzirá ao sucesso”.


Sobre a JLL

A JLL (NYSE:JLL) é uma empresa líder de serviços profissionais especializada em imobiliário e gestão de investimento. A JLL está a construir o futuro do imobiliário para um mundo melhor, utilizando a mais avançada tecnologia para criar oportunidades vantajosas, espaços extraordinários e soluções imobiliárias sustentáveis para os seus clientes, as suas equipas e a comunidade. A JLL é uma empresa que integra o índice Fortune 500 com receitas anuais de $16,6 mil milhões, operações em mais de 80 países e uma equipa global de mais de 91.000 profissionais (à data de 31 março de 2021). JLL é a designação e marca comercial registada pela Jones Lang LaSalle Incorporated. Para mais informações, visite www.jll.com